29 de abril de 2017

#FilmesDoMês - Abril


Oi, gente linda! Tudo bem com vocês? Comigo está tudo ótimo, graças a papai do céu!

O post de hoje é um pouquinho diferente, o mês já está quase acabando e eu consegui mais um objetivo da minha listinha que eu faço com as minhas metas todo início de ano... Voltar a fazer as coisas que eu tanto gosto mas, que por causa da correria do dia a dia, eu deixei de fazer, um desses hobbys é assistir filmes, gente eu amo assistir filmes e fazia muito tempo que eu não parava em casa pra assistir, coisa que eu fazia muito antes, no cinema até que eu vou mas deixei muito de ver filmes em casa. Porém... Sabe a tal da Netflix? Pois é, não tem como não se render, esse mês eu assisti filmes quase todos os finais de semana, já virou lei, filme, pipoca e refri (que eu preciso cortar rs)!

Tive a ideia de falar e indicar (ou não) os filmes que eu assisti no mês pra que, quem sabe, vocês também não queiram assistir, né? Vou tentar fazer isso todo final do mês, e se vocês gostarem claro, eu vou tentar me manter assídua nessa nossa nova #Hastag!

Vamos lá??


-Já estou com saudades

Os opostos se atraem. Milly (Collette) tem tudo: uma carreira de sucesso, um marido devotado e dois filhos lindos. Sua melhor amiga Jess (Barrymore), por outro lado, trabalha numa horta comunitária, vive numa casa-barco com o namorado e deseja, desesperadamente, ter um bebê. Amigas desde a infância, Jess e Mille sempre dividiram segredos, roupas, até namorados; suas diferenças são o que as mantém juntas. Uma reviravolta do destino as unirá mais ainda, mas, enquanto Jess tenta equilibrar sua vida e ainda apoiar Milly, a pressão dessa amizade começa a se tornar difícil de suportar.

Minha opinião: Achei o filme bem bacana, mas nada fora do normal, muita gente inclusive, me disse que se acabou de chorar mas eu achei super ok, não chorei mas achei emocionante a história, esses filmes que envolvem doenças sempre mexem comigo (spoiller kkkkk) mas, acho que pra me fazer chorar só se for um filme de cachorro ou um filme bemmmmmmmmm triste rs

Recomendo: Sim!

- O concurso


Dentre os milhares de candidatos que tentam uma vaga de Juiz Federal, apenas quatro finalistas se qualificam para a última fase do concurso: um cruel e dificílimo exame oral na Corte Federal do Rio de Janeiro, segunda-feira, às 8 da manhã, EM PONTO! Apenas um será aprovado. Os rapazes chegam ao Rio no sábado para o credenciamento e, seguindo o conselho de que é melhor relaxar do que estudar na véspera da prova, decidem aproveitar o final de semana na cidade para estarem descansados e preparados quando a segunda-feira chegar. Porém, as coisas não acontecem como planejado e os quatro adversários, que nesse momento já se tornaram grandes amigos, passam pelas mais hilárias e inimagináveis situações enquanto tentam chegar até a segunda-feira!

Minha opinião: Gente, eu amo comédia, e esse filme é hilário demais, você ri do início ao fim, até agora foi um dos filmes que eu assisti na netflix e mais gostei, lembro até que queria ver no cinema mas, acabei esquecendo haha', muito show, vale à pena assistir, só o fato de ter o Porchat no meio já diz tudo!

Recomendo: Super!


-Um olhar do paraíso


Baseado no best-seller de Alice Sebold, o filme nos conta a história de Susie Salmon, uma garota de 14 anos, que teve sua vida interrompida, quando foi brutalmente assassinada. Mas agora de onde está, um estranho e belo mundo intermediário, ela tem que ajudar seu pai a pegar o assassino e proteger sua família, antes de finalmente partir.
Repleto de suspense, o filme traz em seu elenco, o indicado ao Oscar® Mark Wahlberg (Os Infiltrados), os ganhadores do Oscar® Rachel Weisz (O Jardineiro Fiel) e Susan Sarandon (Os Últimos Passos de Um Homem), a atriz Saoirse Ronan (Desejo e Reparação) e o ator Stanley Tucci (Júlia & Júlia), no papel que lhe deu uma indicação ao Oscar® e ao Globo de Ouro® de Melhor Ator Coadjuvante.

Minha opinião: É um filme triste mas, lindo! Bem espiritualista, o que muito me interessa, eu adorei o filme, ele parece ter vários gêneros sabe? Uma hora parece que você está vendo um filme de suspense, outra hora aqueles filmes de terror, serial killer, outra hora um filme espiritualista... É bem interessante, lindo, e nos faz refletir sobre as nossas vidas!


Recomendo: Super!


-Se puder... Dirija!



Rodado no Rio de Janeiro, ‘Se Puder … Dirija!‘ acompanha a história de João (Luiz Fernando Guimarães), pai ausente de Quinho (Gabriel Palhares) e ex-marido de Ana (Lavínia Vlasak). Manobrista em um estacionamento ao lado de Ednelson (Leandro Hassum), ele precisa dar um jeitinho para fugir do trabalho e ir se encontrar com o filho, pois havia prometido à ex-mulher passar o dia com a criança. A solução que ele encontra é pegar “emprestado” o carro da Drª. Márcia (Bárbara Paz), fiel cliente do estacionamento. Afinal, é só uma saidinha rápida. Mas encontrar o filho e voltar a tempo de devolver o carro sem que a proprietária dê por sua falta, torna-se uma grande odisséia e João se envolve em várias aventuras com seu filho, o carro, e o cachorro Moleque.

Minha opinião: Pra falar a verdade, eu esperava mais, principalmente pelo elenco do filme, achei bem fraquinho, não gostei muito e quase não prestei atenção no filme (acho que isso já revela o quanto eu achei chato né rs).

Recomendo: Não!


-Deus não está morto
 

Até onde você iria… para defender sua fé em Deus?
Em seu primeiro dia na universidade, o estudante, Josh Wheaton (Shane Harper) terá sua fé desafiada diante de todos os seus colegas de classe na aula inaugural da turma de Filosofia.
Ao iniciar a aula, o arrogante professor Radisson (Kevin Sorbo) diz não querer perder tempo com tolices e, assim, orienta seus alunos, categoricamente, a negarem a existência de Deus, caso contrário sofreriam as consequências de uma reprovação iminente.
Diante de tal circunstância, esses jovens começam a escrever em um pedaço de papel as seguintes palavras “Deus está morto”, mas Josh encontra-se dividido ao ter de escolher entre sua crença e seu futuro. Angustiado e nervoso, ele não cede às pressões, provocando a ira desse pretensioso professor. Logo, Radisson impõe a esse jovem acadêmico uma difícil tarefa: se Josh não admitir que Deus está morto, ele terá de provar a existência do Criador, apresentando argumentos e evidências bem fundamentadas nos teóricos que estudarão ao longo do semestre.
Nesse acalorado debate, Josh, um principiante, enfrentará, cara a cara, o mestre diante de toda a classe. A pressão de falhar e não conseguir convencer seus colegas sobre a existência de Deus custaria a Josh a aprovação no curso, o que prejudicaria sua promissora vida acadêmica.
Sem muito apoio, ele questiona se, de fato, pode lutar por aquilo em que acredita. Será que Josh conseguirá provar a existência de Deus? Talvez fosse mais fácil ele escrever que “Deus está morto” e deixar os últimos acontecimentos no passado?


Minha opinião: No começo eu achei que o filme seria bem chatinho mas, ele prende a nossa atenção com o passar do tempo, um filme que fala sobre fé (eu amo isso) e nos faz refletir muito! Inspirador e muito bom, só assistindo pra saber, eu já quero ver o segundo! :D

Recomendo: MUITO!

-Mãos talentosas: A história de Benjamin Carson



 Um menino pobre de Detroit, desmotivado, que tirava más notas na escola, aos 33 anos se torna o diretor do centro de neurologia pediátrica do hospital universitário Johns Hopkins. Em 1987, alcancou renome mundial por seu desempenho na bem-sucedida separação de dois gêmeos siameses. Sua história, profundamente humana, descreve o papel vital que a mãe desempenhou na metamorfose do filho.

Minha opinião: Esse filme é a cara do meu noivo, ele ama filmes de drama e que falam sobre motivação, força e garra de vencer. É um ótimo filme, vale à pena assistir.

Recomendo: Sim!

-Anastasia



Anastasia é um filme norte americano de animação musical, do gênero aventura e drama, produzido e dirigido por Don Bluth e Gary Goldman. Foi o primeiro filme a ser lançado pela Fox Animation Studios. O filme apresenta as vozes de Meg Ryan, John Cusack, Kelsey Grammer, Christopher Lloyd, Hank Azaria, Bernadette Peters, e Angela Lansbury, baseado na lenda urbana de que a princesa Anastásia Romanova teria escapado ao assassinato de sua família.

Minha opinião: Gente, eu amo esse filme, amo musicais, amo desenhos e amo os filmes da minha infânciaaaaa! Acho que não preciso dizer mais nada, eu estava louca pra Anastasia chegar na Netflix.

Recomendo: Pra quem gosta, simmmm!

-O amor no divã


Malka Stein (Zezé Polessa) é uma renomada psicóloga e terapeuta especializada em realizar terapias de casal e guiar casamentos para um lugar melhor. No entanto, após trinta anos do seu próprio casamento e com a chegada de um novo casal ao seu consultório, Malka começa a perceber que ela mesma pode estar precisando de uma terapia de casal.

Minha opinião: Eu gostei, é uma comédia bem ok mas nada que vá te fazer rir o filme todo. Gostei da proposta do filme, e principalmente por mostrar que os casais sempre podem se dar uma nova chance!


Recomendo: Sim!


Então é isso, gente! Vocês já assistiram algum? Gostaram? Agora em maio a Netflix vai estar cheia de filmes legais! Um super beijo e até o próximo post! :)

2 comentários:

  1. Nossa fiquei tão feliz quando vi Deus não está morto e Mãos talentosas na sua lista kk
    Amo esses filmes a mensagem que trás é muito forte.


    Beijos ♥
    http://blogdathaiara.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá lindona, que saudade de vir aqui no seu cantinho, fiquei um tempo longe e hoje estou visitando e matando aquela saudade.
    Assistir aquele filme é bom demais não é mesmo?! Amei suas indicações, eu não me canso e assistir Anastacia, é um filme lindo que ensina muita coisa. Além de me emocionar sempre.
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir

Seu comentário vai me deixar muito feliz mas, lembre-se... Respeito sempre! :D
Muito obrigada pela visita!

© Coisas de Jana - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Beauty Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo